Dúvidas sobre Tarot, Oráculos e Baralho Cigano

domingo, abril 04, 2021

Resolvi escrever este post depois de notar que muitas pessoas tem receios com relação ao tarot, por achar que é algo demoníaco ou pecado ou algo muito acima de sua capacidade de compreensão, algo feito apenas para os "escolhidos". 

Tire suas dúvidas sobre Tarot, Oráculos e Baralho Cigano


Na verdade, o tarot é uma ferramenta de guia e autoconhecimento, não existindo nenhum vínculo com satanismo, pessoas escolhidas ou quaisquer que sejam as crenças associadas a ele.

Então neste post separei as perguntas mais comuns a respeito do tarot e oráculos que provavelmente você já se perguntou mas não achou ninguém para responder haha. E irei atualizando conforme forem surgindo novas dúvidas não respondidas!

Vamos lá?


Índice

  1. O tarot prevê o futuro?
  2. No tarot/oráculo se fala com espíritos ou com o diabo?
  3. Quais perguntas fazer para o tarot?
  4. O tarot pode ler a mente de outra pessoa?
  5. Quanto custa se consultar com um tarólogo ou cartomante?
  6. Tarólogos precisam saber de astrologia e numerologia?
  7. Uma consulta online com o tarot e oráculos tem a mesma energia que uma consulta presencial?
  8. Como saber se um tarólogo é bom e honesto?
  9. Então para que serve se consultar com o tarot?
  10. O tarot é uma terapia?
  11. Quando é realmente necessário se consultar com o tarot?
  12. De quanto em quanto tempo posso consultar o tarot?
  13. O que não é possível ver através do tarot?
  14. Tarólogos fazem magia, amarração ou algo do tipo?
  15. Por que tarólogo cobra para tirar as cartas?
  16. O tarot é perigoso?
  17. Quem pode se consultar ao tarot?
  18. Por que há o diabo no tarot? O tarot é do diabo?
  19. Devo acreditar no tarot?
  20. Em quanto tempo a previsão das cartas pode acontecer?
  21. As cartas falam a verdade?


1. O tarot/oráculo prevê o futuro? 

O tarot, oráculo ou qualquer que seja a ferramenta vai te dar um conselho, um direcionamento a cerca da questão conforme a sua atual energia.

O tarot não é sentença! Isso é muito importante enfatizar.

Todos nós somos desenhistas de nosso próprio futuro, portanto as suas atitudes influenciarão no seu destino e, ao tirarmos as cartas, veremos aquilo que está na sua energia naquele determinado momento.

Se você não seguir o conselho ou traçar outro caminho que seja diferente, você terá um futuro completamente diferente.

Por isso, não faz sentido dizer que o que você vê no tarot é sentença, destino puro, porque nada é concreto. 

Energias são dinâmicas e mudam o tempo inteiro.

2. No tarot/oráculo se fala com espíritos?

O tarot é uma ferramenta que pode ou não te guiar para espíritos de luz, seu anjo da guarda, o universo, enfim, aquilo que você acredita. 

Tudo depende da sua fé e da forma que você gosta de se conectar com seu lado espiritual.

Pode sim ser uma ferramenta para conversar com seu anjo de guarda e tirar bons conselhos sobre a situação. Isso fica a critério da pessoa que tira as cartas.

Agora dizer que ao abrir as cartas você está conversando com o diabo ou entidades maléficas é meio patético. 

Aliás, aqui vai um aviso:

O tarot não tem qualquer necessidade de haver um vínculo religioso! 

O tarot é para qualquer pessoa e não há obrigação alguma de entrar em contato com espiritos ou entidades para se consultar.

3. Quais perguntas fazer para o tarot?

Essa é das mais importantes questões a se abordar. Fazer uma pergunta bem direcionada é fundamental para se ter uma resposta clara sobre o que se perguntou. 

Se você faz uma pergunta aberta, a resposta também será aberta para vários tipos de interpretações, o que pode te confundir, portanto foque bem em fazer uma pergunta bem direta, na lata.


Evite fazer perguntas como:

  • Eu vou conhecer minha alma gêmea este ano ou no próximo?

Se você pergunta assim, a sua resposta será uma incógnita, porque temos 2 perguntas embutidas ("este ano?" ou "ano que vem?"). 

Além disso, você está perguntando sobre o tempo deste acontecimento e o tempo é algo que o tarot não pode estimar com muita clareza.

Ao invés disso, faça a seguinte pergunta:

  • Tenho chances de conhecer a minha alma gêmea no ano que vem? Ou
  • Tenho chances de conhecer minha alma gêmea ainda este ano?

Essas são formas inteligentes de se perguntar ao tarot e obter respostas claras. Ter isso em mente, inclusive para quem pretende pagar uma consulta de tarot é importantíssimo. 

Depois não adianta reclamar que o tarólogo "não lê direito as cartas".

4. O tarot pode ler a mente de outra pessoa?

O tarot vai te mostrar a energia daquela pessoa naquele determinado momento, podendo ela ter mudado de ideia logo após a tiragem ser feita.

Se por exemplo, essa pessoa está muito chateada com você e você abre as cartas para perguntar como ela se sente em relação a você, provavelmente aparecerão cartas onde decepção, dor e tristeza são as palavras chave.

Porém daqui a 10 minutos ela te perdoa, a energia já será outra.

Então podemos dizer que sim, o tarot pode "ler" a energia de outras pessoas e terceiros, mas são leituras baseadas no exato momento da tiragem, podendo ter mudado imediatamente depois.

5. Quanto custa se consultar com uma taróloga / cartomante?

Isso vai depender muito da taróloga, do tipo de consulta que ela estabelece e do tempo de trabalho dela. Não existe um valor específico, porque tudo depende do que vai ser abordado.

Eu, por exemplo, cobro não por pergunta, mas por um combo de perguntas e, a partir daí, a pessoa pode ouvir diversas questões a respeito de sua vida pessoal. 

Ela pode escolher um tema e fazer um kit de perguntas sobre aquele tema específico ou fazer 1 pergunta para cada tema da vida.

  • Aliás, se você ainda não conhece meu trabalho como taróloga, da uma olhadinha clicando aqui.

Resumindo se eu pudesse te dar uma margem de preço média por hora seria uns R$ 120,00, mas pode ser menos ou mais. Tudo vai depender da situação no geral.

6. Tarólogo precisa saber sobre astrologia, numerologia e religiões?

Não, não é necessário. Um tarólogo pode sim usufruir desses conhecimentos para enriquecer a tiragem e a consulta, mas não é obrigatório. 

Eu uso muito meus conhecimentos a cerca de numerologia e astrologia para identificar padrões e mensagens, mas isso não é obrigatório. 

E não, não sou numeróloga nem astróloga.

Aliás, tarólogo não é numerólogo ou astrólogo. São 3 profissões completamente distintas e não há necessidade de ser os 3 ao mesmo tempo para tirar cartas.

Também não há necessidade de incorporar ou se comunicar com espíritos ou entidades, nem de citar religiões dentro do tarot ou do baralho cigano, porque como eu já disse aqui: oráculos não possuem vínculo com religião alguma.

7. Uma consulta de tarot ou oráculos online tem a mesma energia de uma consulta presencial?

Sim, porque energias do universo podem ser captadas das mais diversas formas e de qualquer lugar. 

Veja bem, a única distância que existe é entre eu e você. O universo é o todo e se ele está em todo lugar, não há a "distância". 

Se somos capazes de ler as energias de outras pessoas no baralho sem elas estarem presentes, porque não poderia ler as suas?

Ao ver uma tiragem de tarot no YouTube, você provavelmente pode se sentir atraída(o) a ver uma tiragem específica por vídeo, porque a sua intuição lhe guiou até o vídeo.

E ele pode lhe dar conselhos realmente úteis para o seu momento de vida. 

Obviamente não vai bater tudo, mas ainda assim, mesmo não sendo uma tiragem direcionada para a sua pessoa, ela é capaz de impactar sua vida.

Agora imagina uma consulta na sua energia? Se uma leitura aberta já bate com sua vida pessoal, a leitura particular, ainda que seja a distância, será ainda melhor. 

Portanto não há necessidade de se consultar presencialmente! As energias são algo inexplicável, ainda que você esteja a milhares de quilômetros da pessoa, você é capaz de sentir.

Outra coisa legal ao fazer uma consulta online é a possibilidade de ouvir várias vezes e guardar para ouvir sempre que quiser, diferente da consulta presencial.

8. Como saber se um tarólogo é bom e honesto?

Primeiro de tudo: um bom tarólogo não irá te dar 100% de certeza de nada. Sim, eu estou sendo sincera aqui, por 3 motivos:

  • O primeiro é que você possui seu livre arbítrio. Isso significa que, mesmo que você veja as cartas agora, pode ser que algumas atitudes que você tome agora mude completamente o seu futuro.
  • Segundo porque ao abrir as cartas, estamos vendo as energias que estão influenciando no momento exato da tiragem, portanto pode ser que as energias mudem e, com isso, mude o resultado também.
  • Terceiro porque somos humanos, errantes e mesmo sendo pessoas com uma intuição mais aflorada, não estamos 100% livres de cometer equívocos.

Se o tarólogo te promete com 100% de certeza algo ou diz fazer milagres, vidente do futuro ou algo do tipo, pule fora.

Pseudo tarólogos que se dizem curadores de doenças crônicas, depressão, ansiedade, também são muito suspeitos.

"Profissionais" do ramo que dizem fazer amarrações poderosas ou trabalhos para prejudicar uma outra pessoa também são muito duvidosos.

Não sei você, mas eu não confiaria em alguém que manipula a energia do outro.

É cilada e a chance dessa pessoa nem mesmo saber interpretar as cartas é altíssima.

9. Para que serve se consultar ao tarot?

O tarot é uma ferramenta de auto conhecimento, por isso, ao abrir as cartas e questionar a respeito de um assunto, como um relacionamento, por exemplo, você pode compreender e notar com mais clareza sobre o que você pode ou deve fazer para mudar o seu futuro. 

Por isso, ao abrir as cartas e receber uma "notícia" não muito agradável, aquele aviso vem para que você tome medidas e mude o seu futuro, afinal, é você quem constrói seu próprio destino.

Resumindo: o tarot vai te ajudar a clarificar melhor a situação que você está e vai te ajudar a enxergar a situação com outros olhos. Isso é fundamental para que você tome atitudes certas e tenha um futuro feliz e próspero.

10. O tarot é uma terapia?

É importante ressaltar que o tarot é uma terapia auxiliar, ou seja, o tarot não substitui a consulta com um psicólogo, por exemplo. Aliás, são campos completamente diferentes entre si!

O trabalho do psicólogo tem um viés científico e ligado a saúde, enquanto o tarot é espiritual e envolve o campo metafísico, místico. 

A consulta ao tarot pode sim auxiliar uma pessoa com depressão a lidar melhor com seus problemas e anseios, mas não é capaz de "curar" doenças.

Portanto, você deve usar o tarot como uma terapia alternativa, não como substituto ao médico psicólogo ou psiquiatra, ok?

11. Quando realmente é necessário se consultar com o tarot?

Este é um assunto tão longo que fiz um post só para isso e você pode conferir clicando aqui. Vale muito a pena ler antes de pagar a sua consulta, com qualquer tarólogo de sua preferência. 

Mas resumidamente, é necessário se consultar ao tarot quando:

  • As coisas na sua vida estão estagnadas sem motivo aparente.
  • Você está perdida(o) em sua jornada espiritual e precisa de uma clarificação.
  • Você está em busca da sua iluminação espiritual e seu propósito de vida.
  • Você quer entender o que você precisa melhorar e tomar novas atitudes para isso, mas não sabe por onde começar.
  • Quando você sente que está em dúvida entre dois ou mais caminhos, situações, pessoas, etc.

12. De quanto em quanto tempo posso consultar o tarot?

Sempre aguarde um tempo considerável antes de se consultar de novo, caso seja o mesmo assunto. 

Eu diria que 30 dias é um período interessante, dependendo da questão. Para outros assuntos, até 4 meses são interessantes aguardar, principalmente assuntos onde demandam um tempo para ocorrer.

Se você fica perguntando a mesma coisa o tempo todo você irá ficar ainda mais confusa, portanto espere mais um pouco antes de abrir as cartas novamente para o mesmo assunto.

Caso seja assuntos diferentes, você pode se consultar ao tarot sempre que quiser.

13. O que NÃO é possível ver através do tarot?

O tarot não mostra tempo com clareza! Isso é muito importante ressaltar. A gente pode até tentar estimar algumas coisas, mas tempo é realmente difícil. Está sob comando do divino e do universo, não temos controle sobre essas informações. 

Datas, nomes de pessoas ou coisas, detalhes físicos, nem quaisquer tipos de diagnósticos de doenças, são coisas delicadas a se abordar, portanto também é evitado. Trabalhamos diretamente com a energia da questão. 

Também não é possível confirmar infidelidades com 100% de certeza, nem previsões de morte ou nascimento e resultados de jogos, provas, concursos, etc. 

É possível ter uma ideia sobre a questão através de sua energia.

14. Tarólogos fazem magia, amarrações ou algo do tipo?

Não, por dois motivos. O primeiro é que um tarólogo não é necessariamente um mago, bruxo ou pai de santo, nem há uma necessidade de sacerdócio em alguma religião. Não tem nada a ver uma coisa com a outra. 

Tarot é tarot, religião é religião. Não há um vínculo obrigatório do tarot com a espiritualidade.

Segundo, porque um tarólogo que seja um bruxo consciente jamais faria qualquer tipo de manipulação mágica que envolva o livre arbítrio de alguém. 

Aliás, recomendo ler este post:


Quem conhece um pouco das leis da espiritualidade sabe bem o karma que  essas atitudes criam na vida de todos os envolvidos.

15. Por que o tarólogo cobra para tirar as cartas?

Porque gente, infelizmente a gente vive em um mundo onde precisamos pagar contas, se vestir, comer e morar debaixo de um teto.

O material de tarot e oráculos é caro e é importado também, gastamos internet, luz, site, drena muita energia, cursos, livros, anos e anos de estudo e muito tempo para aprender a arte do tarot e poder te ajudar em uma consulta. 

Eu estudo tarot diariamente há 7 anos. Isso é o equivalente a uma graduação e uma pós graduação. 

Portanto, ser tarólogo é uma profissão e exige dedicação constante. 

Requer investimentos e gastos para termos toda essa estrutura aqui. Se engana quem pensa que é barato e fácil ser tarólogo. 

Para muita gente é uma missão divina e, por isso, deve ser feita de graça. 

Isso é uma forma romantizada e digo que é até egoísta de enxergar as coisas, porque ignora completamente a necessidade de sobrevivência do ser humano que lê cartas de tarot. 

Lembre-se: tarólogos são seres humanos como você. 

O tarô é uma profissão como qualquer outra. Inclusive foi reconhecida desde 2002 e está inscrita no Código Brasileiro de Ocupações. 

16. O tarot é perigoso?

Não, o tarot é um instrumento de autoconhecimento! Por que seria perigoso compreender a si mesmo? 

Perigoso é a gente não se conhecer e ficar buscando gambiarras fáceis e rápidas para driblar nossas inseguranças e medos. 

O tarot é um caminho para que você ouça a verdade e busque refletir a cerca de suas atitudes. 

Ele não te mostrará o caminho mais curto, mas sim o melhor caminho para você poder evoluir espiritualmente e se conectar consigo mesmo. 

Não há perigo algum em utilizar, aliás qualquer pessoa é capaz de usufruir dos benefícios do tarot. Até mesmo cristãos, evangélicos e agnósticos podem usar o tarot. 

Basta ter a mente aberta para o conhecimento e para o oculto.

E como sempre digo aqui, as ferramentas são neutras! Assim como um pedaço de madeira pode ser usado para esculpir uma belíssima arte, também é possível utilizar para quebrar algo.

17. Quem pode se consultar ao tarot?

Qualquer pessoa pode se consultar ao tarot. 

Como já disse aqui, o tarot não possui qualquer vínculo religioso, ainda que seja uma ferramenta usada para se conectar com a espiritualidade, seu objetivo é promover o autoconhecimento.

Qualquer pessoa de qualquer religião, até mesmo agnóstica, pode usar dos benefícios do tarot.  


18. Por que há o diabo no tarot? O tarot é do diabo?

Apesar de ter o papa (hierofante) e o diabo como cartas, elas representam arquétipos, não as personagens em sentido literal. 

O diabo no tarot não representa o próprio. 

Ele vem para alertar sobre a presença de uma energia "adversária" ao consulente, ou seja, as tentações humanas e aquilo que pertence ao mundo terreno como a nossa vida material, nossos anseios por dinheiro, desejos carnais, status, fama, enfim. 

Coisas ligadas ao ego.

Enquanto o papa representa as regras, a conduta e a ordem, podendo representar sabedoria, experiência e algum assunto espiritual quando aparece em uma tiragem.

Não tem relação com os significados literais, apenas são analogias. Não se deve interpretar as cartas de tarot ao pé da letra.


19. Devo acreditar no Tarot?

Isso é parte do seu livre arbítrio. Ninguém vai colocar uma faca no seu pescoço para que você acredite nas cartas. 

É direito de cada um acreditar ou não, porém, a maioria das pessoas que fazem o uso do tarot relatam que é uma ferramenta surpreendente, não apenas em sua assertividade, mas na contribuição para a evolução espiritual e autoconhecimento.

Portanto fica ao seu critério acreditar no tarot ou não.

20. Em quanto tempo a previsão das cartas pode acontecer?

Como já disse lá em cima, o tarot não é muito bom com tempo, primeiro porque o tempo é relativo! 

O tempo na verdade não existe e cada um tem uma ideia do que é rápido e o que é lento e segundo porque as cartas orientam, não são sentenças absolutas. 

As cartas podem lhe dar uma margem se a energia é rápida ou é algo mais lento, porém as datas exatas de algo é praticamente impossível. 

Na maioria das vezes, utilizo numerologia para auxiliar o consulente em possíveis repetições que podem dar uma razoável ideia de tempo, porém ainda assim não é exato.

21. As cartas falam a verdade?

Sim, elas vão te mostrar a verdade, vão apontar suas fraquezas e, como sempre digo, o consulente precisa estar disposto a ouvir as verdades.

Por isso, não recomendo caso você esteja muito sensível para ouvir, porque, na maioria das vezes, precisamos estar preparados para ouvir os aconselhamentos e, a partir daí, mudar nosso curso de vida. 


E por enquanto é só. Espero ter clarificado as coisas. Para consultas com o tarot, oráculos e baralho cigano, conheça meu trabalho clicando aqui. 

Se você ainda tem alguma dúvida, pergunte nos comentários. Irei responder com o maior carinho.

Beijo!


PS: Não deixe de acompanhar nossa página do instagram, onde posto tiragens coletivas semanalmente e no Youtube. Aproveite e curta nossa página no Facebook para ficar sabendo das novidades em primeira mão!


📝 Postado por Gabi

Sou a fundadora deste cantinho especial chamado Grymora, desde 2020. Taróloga e bruxa natural apaixonada pelo mundo da escrita desde 2008.



Você também irá gostar de ler ♥

0 comentários

A cópia total, parcial ou adaptação deste artigo é proibida de acordo com a lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Não copie, compartilhe! Dê valor ao conteúdo gratuito de qualidade.

Comentários de mau gosto serão EXCLUÍDOS.