Como limpar e energizar instrumentos mágicos?

sexta-feira, outubro 02, 2020

Como energizar os cristais corretamente

Semana passada ensinei a energizar os cristais, mas não ensinei ainda como limpar instrumentos mágicos, isto é, anular suas energias não naturais presentes neles. 

Anular suas energias não naturais consiste em limpar aquele objeto para que ele se torne puro e emane sua verdadeira energia.

Alguns bruxos chamam esse processo de consagração, mas eu acho que são coisas diferentes. Consagrar é programar aquele instrumento para determinada entidade ou para algum uso específico, isto é, reprogramar o objeto.

Por exemplo, você pode pegar um galho de uma arvore qualquer que estava no chão de um parque e consagrar a fim de que esse galho seja a sua varinha mágica ou você pode comprar uma imagem de um deus ou entidade consagrar essa imagem à ela.

Mas ainda assim eles podem conter energias densas impregnadas que podem ou não influenciar nos seus feitiços. 

Às vezes a gente se pergunta porque tal feitiço ou ritual não deu certo sendo que fizemos tudo corretamente. Talvez o problema esteja nos objetos. Objetos carregados também interferem nos resultados do seu feitiço.

Quem nunca segurou um objeto como um livro, uma caneta ou um móvel e sentiu uma sensação estranha? Pois é.

Nossos instrumentos mágicos não são apenas o caldeirão ou o athame ou a varinha. É tudo que usamos: nossas velas, incensos, até mesmo a fruta que usamos no feitiço pode ser considerado um instrumento mágico. 

Os nossos instrumentos mágicos são a ponte entre o mundo espiritual e o mundo físico. É através deles que iremos manipular diversos tipos de energias e nos conectarmos com os seres espirituais.

A maioria dos itens os quais usamos vem de lugares distantes e passam pela mão de várias pessoas e ambientes. Assim como as roupas usadas de um brechó, os nossos instrumentos mágicos também contém energias e fragmentos microscópios de pessoas que além de não conhecermos, não sabemos como estava o seu estado de espírito ao manipular o objeto.

Pode ser que a sua vela, por exemplo venha "contaminada" com energias de baixa densidade por conta da manipulação de outras pessoas. Por isso é importante limpar e energizar.

Quando limpar e energizar nossos instrumentos mágicos?

  • Quando você percebe que o efeito dele sob feitiços e rituais diminuiu consideravelmente, sem motivos para isso.
  • Ao comprar um instrumento novo o qual não sabe a origem, podendo ser velas, tarot, ervas, incensos, cristais, um grimório, etc.
  • Ao sentir que está sendo alvo de magia
  • Quando você compra itens usados em brechós e bazares.
  • E o melhor momento para fazer isso é em fases de lua Minguante ou Nova ou 
  • A limpeza do ano pode ser feita próximo a Sabbats como Imbolc ou Samhain.

Formas de limpar um instrumento mágico

Para limpar um instrumento mágico, seja qual for, você precisa usar também as mesmas coisas que você usa para limpar e energizar os cristais, adaptando os processos para cada instrumento, é claro.


Podem ser limpos e purificados através da água

  • Água da Lua minguante
  • Água da chuva ou água de tempestade
  • Água de rio, de fonte (água doce) ou água do mar
  • Alfazema líquida
  • Água com sal grosso
  • Óleos essenciais "diluídos" em água
  • Borrifadores de limpeza com arruda e sal grosso.
É um processo ótimo para limpar o athame, caldeirão, alguns cristais, etc.

Limpando através do ar:

  • Usando incensos naturais com propriedades limpantes e purificantes para defumar os instrumentos como incensos de eucalipto, alecrim, arruda, alfazema, sal grosso, etc.
  • Usando ramos de plantas caseiras também com propriedades purificantes e limpantes para anular quaisquer energias. Você pode fazer um ramo contendo arruda e alfazema e queimar ao redor do objeto. 
É uma excelente forma de limpar e perfumar grimórios, decks de tarot e oráculos. Praticamente tudo pode ser limpo dessa forma. 

Pode ser através do fogo:

  • Usando velas brancas ou pretas, de preferência pretas para anular e bloquear qualquer energia negativa que esteja impregnada no cristal.
  • Caso você possa fazer isso, pode também aquecer os objetos numa fogueira para queimar quaisquer energias densas. 

O caldeirão por exemplo.

Pode ser através da Terra:

  • Utilizando drusas de cristais ou cristais de propriedades limpantes e purificantes
  • Usando sal grosso puro
  • Enterrando os objetos na terra 
  • Colocando os objetos próximo a uma árvore
  • Utilizando pirâmides de metais como o cobre para anular as energias do objeto  

Como limpar o instrumento mágico? O que fazer?

Você pode abrir o círculo mágico no chão ou na terra e usar aquele método que mais combina com o instrumento que você pretende limpar. 

  • Por exemplo, ao limpar as velas você pode utilizar um incenso de mirra, arruda ou 7 ervas. 
  • Para o athame você pode usar um borrifador com alfazema, sal grosso e água.
  • Para os cristais você pode usar água ou incensos ou enterrar os seus cristais.

E para limpar todos os instrumentos mágicos?

Você pode também desenhar um pentagrama no chão usando um giz branco (pode ser feito com sal grosso também), acender 5 velas pretas ou brancas ao redor do seu círculo mágico e deixar os objetos lá até que as velas queimem por completo. Assim você consegue limpar tudo de uma vez!

Lembrando que deve ser feito na lua nova ou minguante.

O que sobrar das velas você pode queimar no caldeirão até que suma ou jogar no lixo.

É isso, espero ter ajudado! Se você gostou deste post, não deixe de compartilhar nas redes sociais e no Pinterest, ajuda bastante!

Beijos e até o próximo post!


COMPARTILHE


Você também irá gostar de ler ♥

0 comentários

A cópia total, parcial ou adaptação deste artigo é proibida de acordo com a lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Não copie, compartilhe! Dê valor ao conteúdo gratuito de qualidade.

Comentários de mau gosto serão EXCLUÍDOS.

ANÚNCIO

Follow by Email