Consulta de tarot!

Como fazer Oferendas na Bruxaria Natural?

sexta-feira, fevereiro 02, 2024

O que é e como fazer oferendas a entidades, divindades, deuses ou espíritos na bruxaria natural?

Hoje vamos explorar um dos costumes mais tradicionais da bruxaria natural e do paganismo em geral, muito comum também nas religiões de matriz africana: as famosas oferendas! A prática de oferecer algo às energias que nos cercam é uma maneira poderosa de estabelecer conexões e fortalecer o elo entre você e a sua entidade ou divindade. Por isso, serve como uma moeda de troca no mundo espiritual. 

Os espíritos e entidades trabalham em troca das nossas energias e, é por isso que costumamos ver oferendas onde são fornecidos fluidos corporais, por exemplo. Estes fazem parte do que se compreende como "energia vital".

Antes de entrarmos nos detalhes práticos, é essencial compreender a magia por trás das oferendas. Esses gestos não são apenas rituais simbólicos; são atos de reciprocidade e respeito. Ao oferecer algo ao universo espiritual, estamos fortalecendo nossa ligação com as energias que nos sustentam.


O que oferecer?

A escolha dos itens para suas oferendas é crucial. Pode variar de ervas e frutas a objetos simbólicos, mas tudo isso vai depender de quem você está ofertando. É importante saber bastante sobre a entidade que deseja ofertar, pois algumas são exigentes e podem não receber a sua oferenda ou até devolver algo ruim para você. 

A chave é sintonizar-se com seu conhecimento, sua intuição e as energias do momento. Primeiro, a pesquisa se torna fundamental. Procure livros sobre a entidade, postagens em blogs confiáveis e até mesmo ouvir de outras pessoas que já fizaram a oferenda. Busque saber o que essa entidade gosta de receber. 

Vou dar um exemplo para ilustar aqui: se estiver realizando uma oferenda para abrir caminhos e prosperidade, o ideal é que você procure a divindade ou entidade que mais se aproxima desse pedido. Ganesha, por exemplo, a divindade hindu da riqueza e prosperidade, costuma atender bem esse tipo de pedido. Normalmente, as oferendas incluem moedas, arroz, velas vermelhas e flores vermelhas.

O Ritual de Oferenda:

Escolha o Local: Determine um local tranquilo e sagrado para realizar seu ritual. Pode ser ao ar livre, em um espaço especial em sua casa ou onde você se sinta mais conectado. Leve mais uma vez em consideração o que a sua divindade é e qual costuma ser o local de natural para ela. Iemanjá, por exemplo, é orixá das águas, mas não é qualquer água! Ela é a deusa do mar, portanto, isso precisa ser levado em consideração.

Prepare-se energeticamente 

Antes de oferecer a entidade logo de primeira, tente se conectar com a entidade, sentir a presença dela, antes de oferecer qualquer coisa ou pedir sem nem mesmo ter conversado. Pense bem: você gostaria de ser importunado aleatoriamente com uma pessoa que nem te conhece pedindo favores, sem nem mesmo te dar um bom dia? Respeito é importante, antes mesmo da sua fé. 

Você pode se conectar coma entidade acendendo uma vela todos os dias para ela, colocando uma imagem dessa entidade no seu altar e usando técnicas de respiração ou meditação para nivelar o seu nível energético com o dela.


Disponha os Elementos 

Após conhecer bem a entidade e cutuá-la por um tempo, fica fácil saber o que ofertar. Faça um prato, uma bandeja ou algo semelhante e coloque os elementos da oferenda. Se estiver usando velas, incensos ou objetos simbólicos, posicione-os com cuidado e deixe no local que a entidade costuma se manifestar.

Estabeleça suas Intenções: enquanto cria a oferenda, mentalize bem suas intenções. Quando eu falo "bem" é bem mesmo! Você precisa se concentrar no pedido, pois quanto mais concentrado ele estiver, melhor é o resultado.


Oferenda e Gratidão

Faça a oferenda com respeito e gratidão. Se for bem feita, você vai sentir algo diferente no ambiente. Sinta-se à vontade para expressar suas intenções em palavras, seja em um mantra, poesia ou simplesmente falando de coração mesmo, o que você sentir.

Após a oferenda, reserve um tempo para observar e sentir as energias ao seu redor. Esteja aberto às mensagens que podem se manifestar de várias maneiras.


Dicas Adicionais:

  • Ciclos da Natureza: Considere os ciclos da lua ou as estações ao planejar suas oferendas. Alinhar-se com a natureza intensifica a eficácia do ritual.
  • Crie Seus Próprios Rituais: Sinta-se à vontade para personalizar seus rituais de oferenda. Adicione elementos que são feitos por você mesma(o). Quanto mais personalizado e aprofundado, melhor.
  • Registro no Grimório: Mantenha um registro no seu grimório sobre suas oferendas. Anote a data de quando foi feito, o que sentiu, os resultados, sentimentos e quaisquer sinais ou insights que surgirem.

Lembre-se que as oferendas na bruxaria natural são uma jornada de trocas energéticas, assim como tudo no . À medida que mergulhamos nesse mundo encantado, cultivamos laços mais profundos com as forças que nos guiam. Que suas oferendas sejam repletas de magia e harmonia!

Fiquem atentos, pois há sempre mais conhecimento a explorar. Dúvidas ou experiências a compartilhar? Deixe seus comentários abaixo. Até a próxima ! 🌙🔮✨"

Gostou do conteúdo?


Não copie, compartilhe nas redes sociais usando esses botões abaixo, dê uma forcinha para valorizar o conteúdo do Grymora. Aproveite também e veja o conteúdo restante do blog. Temos simpatias, feitiços, tabelas de ervas e muito mais. Sobrou alguma dúvida? Comente no final deste post!



PS: Não deixe de acompanhar nossa página do instagram, onde posto tiragens coletivas semanalmente e no Youtube. Aproveite e curta nossa página no Facebook para ficar sabendo das novidades em primeira mão!

📝 Postado por Gabi

Sou a fundadora deste cantinho especial chamado Grymora, desde 2020. Taróloga e bruxa natural apaixonada pelo mundo da escrita desde 2008.



Você também irá gostar de ler ♥

0 comentários

A cópia total, parcial ou adaptação deste artigo é proibida de acordo com a lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Não copie, compartilhe! Dê valor ao conteúdo gratuito de qualidade.

Comentários de mau gosto serão EXCLUÍDOS.