Consulta de tarot!

A magia e o livre arbítrio: até aonde vai??

terça-feira, fevereiro 13, 2024

Você sabia que o conceito de livre arbítrio tem sido debatido há milênios em diversas culturas ao redor do mundo? Independente de país, etnia, cor, gênero, época, em algum momento, esse pensamento a respeito das consequências de nossas ações no mundo aparece. Eu sinceramente acho fascinante como diferentes tradições religiosas e filosóficas abordam essa questão fundamental, pois isso indica que temos um padrão, independente de religião ou crença. Mas antes de qualquer coisa, vamos entender o que é o livre arbítrio.

A magia e o livre arbítrio: até aonde vai??

O famoso Livre Arbítrio

O livre arbítrio, de forma resumida e sem falar muito da bíblia é a sua liberdade de tudo que você faz no mundo. Isso significa que a escolha livre de como você usa o seu corpo é um tipo de livre arbítrio. A forma como você age diante do mundo, no seu trabalho, com familiares já é o seu livre arbítrio. As suas metas de vida também são parte do seu livre arbítrio. 

Ter livre arbítrio permite você fazer escolhas para o bem e para o mal ou para nenhum dos dois, afinal são escolhas. Agora as consequencias dessas escolhas, ou seja, do seu livre arbítrio, é o que voltarão em algum momento da sua vida. Isso é o que chamamos de lei do Retorno.

A lei do retorno

A lei do retorno, também conhecida como "você colhe o que planta", é uma crença presente em várias culturas e tradições. Essa lei sugere que as ações de uma pessoa, sejam elas boas ou más, eventualmente retornarão a ela na mesma medida ou de forma amplificada. Por exemplo, se uma pessoa espalha bondade e compaixão ao seu redor, é provável que receba bondade e compaixão em troca, seja através do apoio de amigos e familiares ou de oportunidades que surgem em sua vida. 

Da mesma forma, se alguém causa dor e sofrimento aos outros, é provável que, em algum momento, experimente esses mesmos sentimentos ou consequências negativas de suas ações. Esta lei não é apenas uma questão de moralidade, mas também reflete uma compreensão profunda da interconexão de todas as coisas no universo.


Magia e o Livre Arbítrio 

Praticar magia não infringe o livre arbítrio, pois estamos simplesmente desfrutando do próprio livre arbítrio. Seja cristão ou pagão, cada um de nós tem o direito de fazer o que quiser. No entanto, como em todas as escolhas, há consequências e elas não vem diretamente na área exata a qual você agiu. Ela vem de qualquer lugar, em 1 mês, 1 dia, 1 hora, 1 anos, ou até nos últimos momentos de vida. 

Se usarmos nosso livre arbítrio para cometer um ato negativo, como um crime, somos livres para fazê-lo, mas as consequências serão desastrosas. Assim como na vida humana, no mundo espiritual, acreditamos em diversas crenças que envolvem o pagamento das nossas ações.


A Lei (universal) do Retorno

Em diferentes tradições espirituais e filosóficas, como o cristianismo, onde as ações são recompensadas ou punidas após a morte, podendo ter três destinos (céu, inferno, purgatório), o espiritismo, que considera consequências espirituais terrenas e acredita no "umbral", cujo lugar é uma dimensão espiritual para aqueles espíritos que cometeram "pecados" na terra (o livre arbítrio foi usado para o mal, resultando na ruína no desencarne), a Wicca, com sua Lei Tríplice de retorno, que acredita que tudo que é feito (tanto bem quanto mal) tem seu retorno 3 vezes proporcional a sua atitude e, por último a própria cultura hindu, que enfatiza o Karma, que literalmente significa a sua consequência e débitos conforme as suas ações. Todas elas são de diferentes épocas e etnias, continentes e visões, mas curiosamente refletem a ideia de que nossas ações têm consequências, moldando nosso destino presente e futuro.

Então o livre arbítrio é uma responsabilidade individual. Nossas escolhas moldam nosso destino, e as consequências de nossas ações, boas ou ruins, eventualmente se manifestam. Seja consciente de suas escolhas e esteja preparado para enfrentar as consequências. É isso por hoje! Um post longo e complexo, mas necessário para explorar esse assunto fundamental e provocar reflexões em todos nós.

Compartilhe suas opiniões e experiências nos comentários. Até o próximo post! 🌟✨

Gostou do conteúdo?


Não copie, compartilhe nas redes sociais usando esses botões abaixo, dê uma forcinha para valorizar o conteúdo do Grymora. Aproveite também e veja o conteúdo restante do blog. Temos simpatias, feitiços, tabelas de ervas e muito mais. Sobrou alguma dúvida? Comente no final deste post!



PS: Não deixe de acompanhar nossa página do instagram, onde posto tiragens coletivas semanalmente e no Youtube. Aproveite e curta nossa página no Facebook para ficar sabendo das novidades em primeira mão!

📝 Postado por Gabi

Sou a fundadora deste cantinho especial chamado Grymora, desde 2020. Taróloga e bruxa natural apaixonada pelo mundo da escrita desde 2008.



Você também irá gostar de ler ♥

0 comentários

A cópia total, parcial ou adaptação deste artigo é proibida de acordo com a lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Não copie, compartilhe! Dê valor ao conteúdo gratuito de qualidade.

Comentários de mau gosto serão EXCLUÍDOS.