Como saber se é realmente necessário fazer um feitiço?

sábado, outubro 17, 2020

Como saber se é realmente necessário fazer um feitiço?


Essa era uma dúvida que eu tinha quando iniciei na bruxaria natural porque eu me questionava até que ponto era permitido ou tolerável usar magia para "manipular" aquilo que eu queria.

Até aonde vai nosso direito de usar magia? Será que magia pode ser usada todos os dias? Para qualquer coisa? Afinal, o que é realmente necessário que exista uma intervenção espiritual?

É um questionamento um pouco mais profundo, porque além de envolver opiniões, envolve o livre árbitro. E eu, como bruxa solitária natural, praticante da bruxaria verde e além disso eclética, odeio rótulos e não acho que a espiritualidade necessita de uma vertente a ser seguida. 

Irei deixar uma reflexão abaixo a cerca do assunto e você pode ou não concordar. É uma reflexão e não uma regra!


Fazer ou não fazer magia todos os dias?

Já adianto aqui que você é LIVRE para fazer o que desejar. Inclusive, é livre também para praticar tanto o bem quanto o mal. A consequência será unicamente sua!

Se você quiser usar magia todos os dias, isso é um problema seu e unicamente seu. Não posso lhe impedir nada nem dizer o que é ou não melhor fazer, até porque a bruxaria é livre de dogmas! 

Mas ainda preciso falar sobre algo que envolve esse assunto e é ultra importante:

A escravidão de guardiões e mentores espirituais


Sabe aquela pessoa que qualquer coisinha que acontece na vida dela fica "aí deus fulano me ajuda" "aí pombo gira tal, não me deixa sofrer"?

Então, vamos ser sinceros aqui: seus guias não são seus escravos! Eles não são obrigados a te ajudar tudo que você desejar ter/fazer. 

Seus guias são como seus pais, avós, enfim, são seres que nos querem muito bem e nos protegem, mas que não necessariamente vão fazer aquilo que você deseja, seja porque aquilo que você pediu irá afetar a sua evolução ou porque não faz o menor sentido mesmo ou porque não é a hora, e é isso!

Então aqui vale o conselho: se você puder aguentar e aprender enquanto humano, faça! 

Se você for capaz de concluir aquela tarefa insuportável mas ainda tem um pouco de energia para isso, continue! 

Para de colocar a culpa na espiritualidade para tudo e achar que precisa de intermédio espiritual para qualquer coisinha que acontece no seu dia-a-dia.

O grande problema das pessoas que se inserem na bruxaria ou religiões pagãs é o fato de achar que TUDO se resolve batendo tambor e acendendo velas. Gente, assim não dá né?

Imagina, a vida seria muito fácil se fosse assim! Estaria plena! 

Nós somos humanos, estamos aprendendo e evoluindo constantemente. 

Nós fazemos cocô, xixi, choramos, rimos, sentimos tesão, menstruamos, resumindo: somos animais, de carne e osso e temos dias perfeitos e horríveis também. 

Parem de romantizar a espiritualidade como se tudo precisasse ser perfeito, porque não é.

Perceber os altos e baixos da vida como parte de sua evolução e aprendizado também é espiritualidade.


Afinal, quando é realmente necessário fazer um feitiço?


Agora resumidamente, acredito que o intermédio espiritual seja necessário quando:

  • Você sente que mesmo usando todas as suas estratégias como ser humano, não consegue evoluir em determinado campo da sua vida.
  • Ao sentir que algo mudou bruscamente de um dia para o outro, em qualquer campo da sua vida, sem motivos, e a sensação esquisita persiste por mais tempo do que o esperado.
  • Quando você sente que está se desconectando de de seus mentores espirituais, guardiões ou deuses ou a própria natureza.
  • Ao perceber que você está se comportando muito diferente do que você é e está fazendo coisas que não tem o costume de realizar.
  • Ao sentir que o ambiente onde você está ficou carregado pela presença de uma pessoa que você não gosta, por alguma briga, acidente, etc.
  • Quando você estiver doente ou com crises de ansiedade e precisar de um momento de fé para reestabelecer as energias.
  • E claro: durante fases de mudança, finais e inícios de ciclos, sabbaths e esbbaths, o dia daquela divindade que você cultua, etc.

Fora isso, você tem TOTAL poder e é capaz de lidar perfeitamente como os imprevistos da vida. Engraçado como temos a mania de achar que precisamos ser ou escravos de algo ou precisamos escravizar alguém.

Fruto da nossa sociedade cristã e escravista, que romantiza a submissão e o sofrimento. 

Bruxaria não é muleta para os seus problemas mundanos. A bruxaria é evolução e autoconhecimento. Aceitar que existe um elo imenso entre os desejos do seu ego e o grito da sua alma. 

A bruxaria busca isso: encontrar o seu verdadeiro eu e não buscar remendos e curativos para problemas que você acha serem importantes.

É isso! Agradeço demais por ter lido! 

Beijos e até próximo post!

COMPARTILHE


Você também irá gostar de ler ♥

0 comentários

A cópia total, parcial ou adaptação deste artigo é proibida de acordo com a lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Não copie, compartilhe! Dê valor ao conteúdo gratuito de qualidade.

Comentários de mau gosto serão EXCLUÍDOS.

ANÚNCIO

Follow by Email